Home
Suporte.IPB Mapa do Site Mini-URL
ESA | ESE | ESTiG | EsACT | ESSa
 

Data de Publicação: 25/02/2019
Na conferência que aconteceu esta sexta-feira em Lisboa, e um ano depois do relatório que analisou a ciência, inovação e ensino superior em Portugal, a OCDE refere a surpreendente evolução dos politécnicos e apresenta o Instituto Politécnico de Bragança (IPB) e o Centro de Investigação de Montanha (CIMO) como evidência dessa  constatação. Para os peritos, o CIMO-IPB é exemplo de uma estrutura “com recursos humanos e materiais perfeitamente adequados para conferir doutoramentos”, e um exemplo a seguir.

Os peritos da OCDE apresentaram a 22 de fevereiro, no Teatro Thalia em Lisboa, as recomendações resultantes da avaliação externa realizada pela OCDE durante 2016-2017 aos sistemas nacionais de ciência e tecnologia.

Em resultado desta avaliação o Relatório apresenta um conjunto de recomendações para o desenvolvimento do ensino superior em Portugal.

A comissão de avaliação destaca a surpreendente evolução dos Institutos Politécnicos e o excelente contributo destas instituições para o progresso científico do país, tanto na qualificação de pessoas como na ligação às empresas, apresentando o Politécnico de Bragança como evidência desta constatação. A possibilidade de os Instituto Politécnicos atribuírem o grau de doutor deve ser reconhecida em todas as duas dimensões legais, assegurando a formação de profissionais altamente qualificados em ligação com as empresas.
Categorias: Noticias

Fevereiro - 2024
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Março - 2024
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
Abril - 2024
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

CookiesAccept

Atenção: este site utiliza cookies. Ao navegar estará a consentir a sua utilização.
Para saber mais consulte a nossa política de privacidade

Compreendo e aceito.
Campus de Santa Apolónia - 5300-253 BRAGANÇA * Tel: (+351) 273 303 200 - Fax: (+351) 273 325 405 * Suporte.IPB